Atividade Física melhorando a sua saúde. Informações, dicas, prevenção e tratamento!

Espaço Vago

Esse espaço está vago para banners de 468x60 ou 728x90.
Mande agora um email para chakalat@gmail.com para saber o valor mensal. B

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Entenda a relação entre o índice de glicemia no sangue e atividade física





 



Muitas pessoas que praticam exercícios físicos buscam na melhor alimentação é na ingestão de suplementos uma melhora no rendimento físico, na recuperação das energias gastas e no ganho de massa muscular. Isso permite que o praticante treine por mais tempo e tenha uma melhor recuperação.

Durante a prática da atividade física há a diminuição da glicose no músculo que está sendo trabalhado, com esta baixa o organismo começa a fazer uso da glicose sanguínea e hepática como fonte de energia. Uma das dificuldades é manter o fornecimento de glicose durante o exercício e assim manter o rendimento necessário. Por isso é essencial ingerir carboidratos na medida certa, e o índice glicêmico aparece ai.

Em uma dieta balanceada, o carboidrato auxilia a maior parte da ingestão energética. É importante que o corpo tenha reservas de glicogênio durante o período de jejum e também durante os exercícios mais longos, pois com a contração do músculo a glicose e os ácidos graxos são oxidados para gerar energia.

Na teoria funciona assim: os carboidratos ingeridos são transformados em glicose, e armazenados na forma de glicogênio principalmente no fígado e nos músculos. Quando necessita de energia o organismo libera o glicogênio, mas o estoque é limitado e reduzem durante o exercício.

O índice glicêmico tem o objetivo de avaliar o efeito dos carboidratos sobre a glicemia sanguínea, porque o organismo não sabe digerir e absorver os carboidratos na mesma velocidade. Cada alimento tem um tempo para se transformar em glicose no organismo, existem alimentos que são digeridos e absorvidos rapidamente e se transformam rapidamente em glicose.

Quanto mais intenso for a atividade física, como exemplo o crossfit, maior é a dependência do corpo em relação aos carboidratos como combustível. O rendimento é reduzido quando não há consumo suficiente do carboidrato, principalmente em atletas de força ou que fazem provas de muito esforço é pouca duração. O estoque nesses casos devem estar cheios, pois a utilização do glicogênio muscular é mais rápida nessas modalidades.

Deve-se saber que os estoques de glicogênio nunca ficam vazios durante os exercícios, a reserva só fica baixa quando a ingestão de carboidratos é feita da maneira incorreta. Ou o corpo começa a queimar massa magra, o que não é bom mesmo para quem quer emagrecer ou somente ganhar massa muscular.

Manter uma vida saudável requer antes de tudo uma alimentação balanceada, depois disso é só agregar os exercícios físicos, ter paciência e determinação para alcançar os objetivos estipulados.


8 Semanas de Exercícios para Dores na Coluna

Comente:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

Popular

Noticias sobre Saúde



Digite seu e-mail e receba as novidades.


Você irá se cadastrar na nossa newsletter, não esqueça de confirmar o cadastro clicando no link que irá para o seu e-mail.