Atividade Física melhorando a sua saúde. Informações, dicas, prevenção e tratamento!

Espaço Vago

Esse espaço está vago para banners de 468x60 ou 728x90.
Mande agora um email para chakalat@gmail.com para saber o valor mensal. B

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Quais são os maiores benefícios da atividade física para idosos?






 

Atualmente, percebemos o quanto que o exercício regular vem sendo reconhecido como essencial. Já se sabia, por exemplo, da importância da atividade física durante a infância. Apesar de várias discussões acadêmicas a respeito da Educação Física Escolar, hoje se tornou um cenário corriqueiro ver as famílias direcionando seus filhos à prática do esporte desde novos.

Durante a adolescência infelizmente esses números caem, pois é uma época em que o jovem está dedicado aos estudos, culminando na graduação ou na entrada no mercado de trabalho.

Na fase adulta, os cuidados com a família e a dedicação ao trabalho com carga cada vez maior de envolvimento impede muitos de ter como rotina a prática de exercícios físicos. Quando chegamos ao envelhecimento, normalmente considerado pelo marco etário de 60 anos em países como o Brasil, vemos o distanciamento dessas pessoas às práticas regulares de atividade física.

Com o passar dos anos, temos alterações funcionais e estruturais que podem comprometer o desenvolvimento e o dia a dia dos indivíduos que estão envelhecendo. As principais seriam alterações sensoriais, as doenças ósseas, cardiovasculares e o diabetes (Ruwer, Rossi&Simon, 2005). Vale ressaltar também que o processo de envelhecimento não é sinônimo de doença.

No processo de envelhecimento, temos duas distinções: a senescência, que seria o "somatório de alterações orgânicas, funcionais e psicológicas do envelhecimento normal" e a senilidade, "afecções que frequentemente acometem a pessoa idosa" (Papaléo Netto, 2006, p. 10). Os exercícios nos dois casos vêm como atividades que podem prevenir a ocorrência do aumento de alterações funcionais e estruturais do envelhecimento normal, como perda da mobilidade articular, diminuição da força, mas também nas condições patológicas como a obesidade, hipertensão, diabetes, dentre outras. Além disso, oferecem benefícios sociais relevantes como o aumento das relações sociais, diminuindo o risco de depressão, ansiedade, tristeza pela solidão e também proporcionando a manutenção da autoestima e bem-estar.

Será que você está Preparado para Prescrever Exercícios para Pessoas Idosas? Conheça o Curso Online "Prescrição do Exercício para Idosos baseado em Evidências Científicas". Clique aqui!


8 Semanas de Exercícios para Dores na Coluna

Comente:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

Popular

Noticias sobre Saúde



Digite seu e-mail e receba as novidades.


Você irá se cadastrar na nossa newsletter, não esqueça de confirmar o cadastro clicando no link que irá para o seu e-mail.