Motivos que fazem pacientes com câncer não se exercitarem








Muita gente ainda associa o diagnóstico de câncer à necessidade de repouso absoluto. Tanto que, em um estudo dessa cientista com 662 pacientes, descobriu-se que 75% abreviaram o tempo dedicado à malhação, 71% perderam a motivação para treinar e 65% não mantinham uma rotina fitness. Para piorar, 68% reportaram dores.

Embora isso seja normal até certo ponto, suar a camisa em meio ao tratamento ajuda a amenizar sintomas como a fadiga. Aliás, curiosamente, 78% dos entrevistados da pesquisa apontaram o cansaço como um dos motivos para flertar com o sedentarismo. Temos o desafio de mudar o pensamento das vítimas de tumores com relação às atividades físicas.

Com orientação e alguns ajustes, os exercícios podem inclusive aumentar as chances de a terapia obter resultados satisfatórios.


COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários: