Atividade física melhora qualidade de vida dos doentes renais









Devido às limitações a que estão sujeitos como consequência da doença, muitos doentes renais crónicos descartam quaisquer atividades físicas. Porém, a prática de exercício físico por pelo menos trinta minutos por dia traz uma melhorar a qualidade de vida dos doentes.

Os doentes renais crónicos, essencialmente os que estão a fazer hemodiálise, apresentam algumas limitações no que diz respeito à tolerância ao exercício físico, uma situação que pode ser consequência de uma anemia ou disfunção cardiovascular.

Apesar desta condição, é importante que os doentes renais não abdiquem da atividade física. Uma caminhada de apenas trinta minutos por dia pode fazer a diferença e pode ser eficaz na diminuição das limitações a que estes doentes estão sujeitos. No entanto, é importante aconselharem-se com o médico para avaliar o melhor programa de exercícios, pois cada caso, estando dependente de diversos factores, requer uma atenção especializada.

 A progressão da doença é muitas vezes silenciosa, isto é, sem grandes sintomas, tendo como consequência uma tardia consulta médica num elevado número de doentes, podendo diminuir assim a possibilidade de uma total recuperação da função renal.

Portanto, inserir a atividade física pode melhorar a qualidade de vida do doente. Consulte o seu médico e procure um profissiona especializado!

COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários: