Caminhada regular reduz risco de AVC entre mulheres em mais de 40%








Três horas de caminhada por semana reduz o risco de derrame entre as mulheres

Três horas de caminhada por semana reduz o risco de derrame entre as mulheres

Caminhar pelo menos três horas por semana reduz o risco de derrame entre as mulheres. É o que revela estudo de pesquisadores do Murcia Regional Health Council, na Espanha.

O estudo avaliou um total de 33 mil homens e mulheres com idade entre 29 e 69 anos sobre a quantidade de atividade física que eles realizaram entre 1992 e 1996 e depois os seguiu até 2006 para verificar quantas complicações cardiovasculares surgiram.

Os resultados mostraram que as mulheres que fizeram pelo menos 210 minutos de caminhada por semana tinham menos probabilidade de desenvolver derrame do que aquelas que não fazem muita atividade física.

No final do período de seguimento, os investigadores contabilizaram o número total de acidentes vasculares cerebrais em homens e mulheres, que atingiram 442 participantes.

Outras análises mostraram que as mulheres que caminharam mais de três horas por semana tinham 43% menos probabilidade de desenvolver um acidente vascular cerebral em comparação com aquelas que não praticavam nenhuma atividade física.

No entanto, este benefício semanal não estava ligado a um menor risco de acidente vascular cerebral entre os homens, e pode ser atribuído ao fato de que os homens que entraram neste estudo estavam, em média, m uma forma melhor.

"A mensagem para a população em geral permanece semelhante. Praticar regularmente uma atividade recreativa moderada é bom para a saúde", conclui o autor do estudo José Maria Huerta.



COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários: