Malhação para as gestantes: uma gravidez mais saudável








A prática de exercícios físicos durante a gravidez traz muitos benefícios para a futura mamãe e o bebê em desenvolvimento. Se a mulher já praticava alguma atividade antes de engravidar ótimo. Se a mulher era sedentária e quer mudar isso durante os noves meses, um pouco mais de cuidado deve ter ao começar as atividades.

"A prática de atividade física, aplicada de maneira saudável e com orientação adequada à necessidade individual, deveria ser um hábito pré e pós-parto", reitera Patrícia Castellar Pirozzi, diretora executiva da Triathon Academia.

A atividade física, desde que bem feita (não podemos nos esquecer disso!), funciona como aliado frente a inúmeros probleminhas corriqueiros na gravidez.

Com a realização de exercícios corretos, o corpo libera a endorfina, um hormônio que alivia os sintomas do estresse, equilibra o humor que sobe e desce com freqüência na gravidez e diminui significativamente as dores que, às vezes, a gestante sente.

As dores na coluna, musculares e articulares também são reclamações constantes das gestantes. Os exercícios físicos reduzem sensivelmente essas dores, já que promove uma força maior nos músculos, adequando a postura e diminuindo a tensão nas articulações.

A educadora física Luciana Correia de Carvalho destaca as principais atividades que fazem bem à saúde das futuras mamães: "A musculação, desde que a gestante já pratique antes da gravidez e volte a fazer moderadamente. A caminhada, hidroginástica e alongamento também trazem efeito altamente positivo".

Exercícios para reaver o peso de antes – A gravidez chega, e logicamente a mamãe ganha vários quilos extras. O erro é quando o peso extrapola o tolerado em uma gravidez.

Para mulheres que recorrem à atividade física por já terem ganhado peso demais durante a gestação, o recomendado é o trabalho em bicicleta ergométrica, exercícios localizados para correção postural e resistência muscular.

O primeiro passo da gestante que quer começar a cuidar da saúde com algum exercício físico é procurar o seu médico ginecologista para que este a avalie e confirme que não haverá problemas para a gestante e o bebê.

Outra aprovação necessária para começar os exercícios com tranqüilidade é a do cardiologista. Depois da liberação médica, o educador físico vai fazer uma avaliação complementar da gestante para que possa delinear um plano de exercícios específico para cada mulher.

Outro acompanhamento importante para as grávidas, principalmente para as que realizam atividade física, é o nutricional. O profissional de nutrição fará uma dieta alimentar balanceada para que a mamãe atleta faça seus exercícios sem que prejudique a sua saúde e o desenvolvimento do bebê.


COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários: