O treinamento de natação para sua saúde







Antigamente a natação era mais uma arma que o homem dispunha para sobreviver. Os povos antigos eram exímios nadadores.

Segundo Vellasco (1994), o homem aprendeu a sustentar-se na água por instinto de sobrevivência ou por observação de animais.

A origem da natação confundem-se com as próprias origens do homem, raramente por temeridade, mas frequentemente por necessidade, às vezes por prazer o homem entrou em contato com o elemento líquido, hostil ou aliado às circunstâncias (Cattev & Garoff,1990).

A natação começou a ser difundida após a primeira metade do século XIX, onde começou a ser reconhecida como desporto, realizando-se as primeiras provas em Londres, em 1837. Atualmente a natação é vista como o desporto mais completo e acessível, de pouco impacto para os ossos e sem efeitos agressivos, favorecendo as funções orgânicas.

A natação tem a capacidade de desenvolver todos os itens que compõe a aptidão física, dependendo do tipo de treinamento, organização e periodicidade. As adaptações a nível aeróbico são maiores em praticantes dessa atividade.

O treinamento deve proporcionar sobrecarga cardiovascular suficiente para estimular aumentos no volume de ejeção ou no débito cardíaco. Havendo duas formas gerais para desenvolvimento do treino de natação, séries relativamente curtas de exercício repetido (treinamento intervalado), bem como esforços contínuos de longa duração (treinamento contínuo).

É sabido que inúmeros benefícios também são alcançados pela prática dessa atividade, dentre eles podemos citar como principais:

  • Redução de episódios cardiovasculares;

  • Melhoria do sistema respiratório;

  • Fortalecimento das articulações;

  • Sensação de tranquilidade e bem-estar;

  • Socialização.

Principais Alterações no Sistema aeróbico

_Aumento de tamanho e números de mitocôndrias (responsável pela respiração a nível celular) do músculo envolvido.

_Aumento de enzimas responsáveis pelo transporte de substâncias.

_Aumento da capacidade dos músculos treinados mobilizarem e oxidarem gorduras acompanhado por exercícios submáximos ( lipólise vigorosa).

_Metabolismo dos carboidratos, maior capacidade de oxidar carboidratos e eficiência no armazenamento de glicogênio dentro dos músculos treinados.

_Sistema cardiovascular e respiratório sofrem alterações positivas com o treinamento aeróbico, tais como:

Volume cardíaco, voluma plasmático, Frequencia cardíaca, volume de ejeção, extração de O2, fluxo de sangue, pressão arterial, ventilação pulmonar.

Fonte


COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários: