Os perigos do futebol no fim de semana









O futebol é o esporte mais popular do Brasil. Sendo assim, ele é muito praticado, principalmente pelos homens em sua hora de lazer e para se confraternizar com os amigos. O problema é que às vezes isso tem um preço. 

As principais lesões estão relacionadas a traumas por movimentos de rotação, principalmente nos membros inferiores. As fraturas, por exemplo, são lesões que levam à perda da continuidade óssea, sendo as mais comuns na tíbia (perna), no tornozelo e por estresse, esta última que ocorre principalmente nos pés, devido à repetição dos movimentos.

Além das fraturas, as entorses, as lesões nos tendões e os estiramentos musculares são frequentes. Entorses de tornozelo (lesões ligamentares), entorses de joelho (lesões de menisco e ligamentos) e o rompimento do tendão de Aquiles, também são rotineiros. É muito importante que o jogador use caneleiras, tornozeleiras, bermudas térmicas e chuteiras apropriadas para se prevenir. Então, jogar descalço nem pensar.
        
O correto seria os atletas amadores se exercitarem de três a quatro vezes por semana. Eles têm que entender que os profissionais passam por treinamentos específicos para se fortalecer. 

Por isso, o risco de um amador se machucar também é grande. E caso haja falta de ar, batedeira no peito, suor frio, tontura, desmaio, dor de cabeça e/ou dor abdominal persistente,  a pessoa deve parar a atividade física imediatamente e procurar um médico para que não aconteça algo pior.

COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários: