Principais lesões no cotovelo







1) As lesões do músculos e ligamentos na face interna do cotovel.
- Quanto ao cotovelo, as lesões são normalmente causadas por qualquer hiper-extensão ou contração violenta e súbita dos músculos flexores do antebraço. Os componentes anatômicos lesados incluem a cápsula articular, o ligamento colateral interno, o epicôndilo interno do úmero e os músculos flexores inseridos neste. Tais lesões podem ser ruptura, edema ou hemorragia do músculo ou ligamento. As lesões recorrentes podem-se transformar crônicas, o que provocam a laxidão de ligamentos, calcificação de ligamentos e de cápsula articular, bem como formação de osteofitos, etc. As lesões repetidas originam dor e impotência funcional da articulação.

2) Cotovelo de ténis (Tennis elbow)
- Muitas vezes, devido a estiramentos crônicos dos tendões dos músculos flexores inseridos no epicôndilo externo por exercício excessivo, o que origina alterações patológicas no ponto de inserção tendinosa (Entesite). Na fase inicial a dor relaciona-se com um movimento particular do cotovelo que posteriormente se torna constante . Pode também originar impotência funcional.

3) Osteoartrite do cotovelo
- Causada sempre pelos movimentos incorretos e anormais, como hiper-abdução, hiper-flexão ou hiper-extensão do cotovelo. A incidência desta entidade patológica é alta. As alterações patológicas são a sinovite, aumento da espessura da cápsula articular, alterações da cartilagem articular e formação de osteofitos, o que afecta o normal funcionamento da articulação.

4) Lesões cartilagíneas e osteocondrais da cabeça do úmero
- São causadas por impacto violento único ou repetido ao longo prazo entre a cabeça do rádio e a do úmero, nomeadamente durante a adolescência, em que a articulação ainda não está muito bem desenvolvida. Assim, dá-se a separação da cartilagem articular do ósseo quando a articulação é sujeita a forças exteriores. Quanto à taxa de incidência, acontecem mais nos atletas jovens do que nos adultos. A falta da força muscular do membro superior e a técnica incorreta são também fatores predisponentes.
Efetuar, com rigor o aquecimento adequado, aumentar gradualmente a carga muscular do cotovelo e praticar corretamente as técnicas, são, entre outras, as medidas fundamentais para evitar lesões.

COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários: