Menopausa e atividade física








Esta fase da vida das mulheres é marcada por reações corporais, muitas delas nada agradáveis. Ondas de calor, alterações na pele e distúrbios emocionais, muitas vezes provocados pelas alterações hormonais, tendem a mexer com a saúde corporal e mental da mulher. Paralelo a isso, nesta época da vida costumam aumentar os casos de doenças cardíacas, osteoporose, neoplasias e depressão. 

A medicina convencionou classificar o aumento do risco destas enfermidades como a Síndrome da Menopausa e para se iniciar o combate a estes sintomas, o ideal é que a mulher adote uma prática rotineira de alguma atividade física, como forma de fortalecer o sistema imunológico e aumentar a própria auto-estima, contribuindo para manter o organismo forte e saudável,aumentando inclusive a expectativa de vida. 

Estudos comprovam que a mulher ativa na terceira idade apresenta uma melhoria no padrão de saúde, aprimorando a aptidão motora,reduzindo o risco do aparecimento de doenças,retardando a progressão e as complicações das doenças crônicas e criando as condições para o aparecimento de componentes psicológicos e afetivos mais favoráveis. 

Durante a menopausa também ocorre a diminuição do hormônio chamado de estrogênio, afetando o metabolismo e alterando o processo da absorção óssea. Assim, a atividade física contribui para inibir o quadro negativo que leva ao surgimento da osteoporose. 

Algumas práticas físicas recomendadas para a mulher combater os efeitos da menopausa são: a caminhada, a corrida, o ciclismo, a natação,a hidroginástica,o alongamento,yoga e o tai-chi-chuan. 

Por Marco Cardoso
 

Retirado de Bemestar.com.br

COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários: