Ginástica: Tudo sobre uma boa nutrição







Há muito tempo, a ginástica é exaltada pela força, coordenação e senso de camaradagem que proporciona aos participantes. Em muitos países do mundo, a prática da ginástica é considerada um requisito básico para o sucesso em outros esportes.

Como ocorre em qualquer outro esporte, no entanto, a ginástica apresenta preocupações particulares para os praticantes, pois eles comumente alcançam o clímax da habilidade competitiva com idade relativamente jovem. Os atletas jovens têm necessidades nutricionais de crescimento, manutenção de tecido e de energia adicional devido a atividade freqüente. Por isso, eles precisam fazer esforços extras para consumir alimentos e líquidos suficientes e se manterem saudáveis. A seguir, um guia nutricional para ajudar os ginastas a manter o equilíbrio e apresentar um alto desempenho.

Pare de fazer dietas! Vários ginastas acham que, se ficarem magros, estarão no caminho para ser bem sucedidos. Por isso, tendem a fazer dieta para limitar o ganho normal de peso e crescimento. No entanto, as dietas mostram que são contraproducentes. Enquanto as dietas podem temporariamente abaixar o peso, dietas crônicas também podem diminuir a taxa em que a energia é usada. Além disso, as dietas podem contribuir para uma perda de músculos e até para o aumento da gordura corporal. Em última análise, dietas severas reduzem o desempenho atlético e colocam o ginasta em perigo por causa de vários problemas de saúde. Alimente-se para o sucesso Mantendo uma porcentagem relativamente baixa de gordura corporal, os ginastas têm uma proporção alta de força em relação ao peso, o que é crucial para um desempenho bem sucedido. Algumas sugestões para reduzir a porcentagem de gordura corporal: Pense quando os ginastas comem Como os ginastas são muito ocupados, eles freqüentemente comem muito pouco antes da prática da tarde, e muito durante a noite . Isto equivale a ficar com o seu carro na reserva durante uma viagem e esperar para encher o tanque com combustível apenas após ele ter levado você ao seu destino. Seus músculos precisam de combustível antecipadamente, para que estejam alimentados durante a prática esportiva.

Para ter certeza de que esse combustível está lá quando os músculos necessitam, ginastas devem fazer três refeições frequentes e pequenas por dia, e lanches de três em três horas. A programação ideal deve incluir um bom café da manhã, um pequeno lanche no meio da manhã, almoço, um pequeno lanche no meio da tarde, jantar e um pequeno lanche à noite.

Pense sobre o que os ginastas comem e bebem A ginástica abrange curtas "explosões" de atividade de grande intensidade. Por isso, os esportistas têm uma grande necessidade de carboidratos, combustível básico para os músculos nesse tipo de trabalho. Como o nosso corpo não estoca muito carboidrato, os ginastas têm que aproveitar todas as oportunidades para consumi-lo durante as refeições e lanches. Estudos recentes demonstram que atletas que se dedicam a atividades de grande intensidade, como ginástica, ganham um benefício no desempenho se bebidas esportivas, como Gatorade, forem usadas durante os intervalos do esporte.
Além disso, os ginastas devem ingerir uma vasta variedade de alimentos que forneçam um equilíbrio de nutrientes. O cardápio deve concentrar-se em carboidratos (pães, cereais, frutas, verduras e legumes). Não deixe de incluir alimentos que sejam boas fontes de proteínas e também algumas gorduras, que contêm as vitaminas solúveis em gordura A,D, E e K. Carne (bovina, frango, peixe e porco) é uma excelente fonte de proteína, ferro e zinco, importantes nutrientes para o atleta se manter saudável e com um alto nível de desempenho esportivo.
Limite a ingestão de comidas fritas, produtos derivados do leite muito gordurosos, embutidos (salsichas, salame, etc) e gorduras (manteiga, margarina, carnes gordurosas, etc.).
Os ginastas devem comer e apreciar todo o resto e lembrar que a alimentação variada é essencial para manter uma boa saúde e um excelente desempenho.

O que comer para a "Grande competição"

·

Antes da competição: Os ginastas devem fazer um pequeno lanche rico em carboidratos uma hora antes da competição. Devem beber água ou uma bebida esportiva antes do treinamento. Beber freqüentemente é uma boa estratégia para manter o desempenho.

·

Durante a competição: Os ginastas devem cultivar o hábito de consumir 125 ml a 200 ml de uma bebida esportiva a cada 10 a 15 minutos durante a competição. Isso ajuda a atender às necessidades tanto de carboidratos, que os músculos usam rapidamente durante o desempenho da ginástica, quanto de líquidos que são a chave para manter a função dos músculos.

·

v Após a competição: Fazer um lanche com bastante carboidrato (biscoitos de trigo integral, pão, banana, barra energética, etc) imediatamente após a prática ou competição ajuda o corpo a reabastecer o carboidrato nos músculos, que assim estarão prontos para mais atividade no dia seguinte.

 


COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários: