Exercícios regulares geram vários benefícios para o bebê







Maior a cada mês que passa, o volume da barriga não pode ser encarado como um convite ao sedentarismo. A grávida que evita praticar uma atividade física não sabe o que está perdendo para ela e seu filho. Desde que se tome os devidos cuidados, os exercícios regulares só trazem benefícios para o bebê e parturiente. Entre outras vantagens, os especialistas citam o fortalecimento da musculatura, a sensação de bem-estar para a futura mamãe e a diminuição dos riscos dela sofrer com estresse e depressão.

A ginecologista e obstetra Mara Rúbia Moreira Rios afirma que o mais adequado para as grávidas são ocupações de menor impacto, principalmente aquelas feitas na água, a exemplo da hidroginástica. Estas são ainda mais recomendadas para as gestantes desacostumadas a realizar qualquer exercício físico de maneira mais regular. Atividades que visem uma maior resistência muscular melhoram o desempenho num futuro parto normal, já que os músculos da região pélvica e abdominal são bastante solicitados na hora do nascimento. "Atualmente, os próprios médicos têm uma mentalidade muito mais aberta para os proveitos que o condicionamento físico proporciona às gestantes", declara a médica.

O ritmo e o tipo de atividade dependerão do estágio da gravidez. A sobrecarrega é tão desaconselhada quanto ficar sedentária. O uso de roupas leves em ambientes climatizados e a hidratação constante são cuidados que não podem ser esquecidos. A prática não deve estar dissociada de uma alimentação balanceada, cujo efeito imediato é evitar o ganho de peso desnecessário.

Aos 34 anos de idade, a juíza Karla Barnuevo está grávida do terceiro filho. Ela havia abandonado as atividades físicas um ano antes, mas no terceiro mês de gestação decidiu voltar à malhação. Após consultar seu obstetra passou a malhar durante 30 minutos diários na Contours Express, no bairro da Graça, uma academia que só atende mulheres. "Todos os exercícios foram adaptados à atual condição dela. Além disso, ela passou por uma avaliação física preliminar", explica a franqueadora da unidade, Tissiana Rusch.

Como cuidados, Barnuevo, que optou pela cesariana, evita se exceder nas atividades aeróbicas, para não aumentar sua freqüência cardíaca, mas se esforça nas atividades musculares. "Me sinto muito mais disposta do que antes. A flacidez do corpo diminuiu bastante", afirma a juíza, que é sempre acompanhada por um instrutor na academia.


COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários: