Quiropraxia ajudando o desempenho de corredores na atividade física










Quando uma pessoa sofre um acidente e lesiona a coluna vertebral, as chances de ter sequelas nos movimentos de outras partes do corpo são grandes. Esse é apenas um exemplo popular da importância da coluna para o movimento do corpo humano. E oferecer um cuidado especial para essa região pode fazer a diferença na hora de prevenir, diagnosticar ou tratar disfunções que atrapalhem o desempenho na corrida e também a saúde.

A quiropraxia é uma técnica que faz um estudo da comunicação entre o sistema nervoso e o restante do corpo por meio da coluna vertebral. Na verdade, o tratamento não é feito apenas para problemas nas costas, mas sim sobre a influência que essas disfunções podem ter na saúde de todo o organismo. "O atleta tende a exagerar no exercício e o corpo sente as conseqüências disso. O tratamento permite uma melhora na amplitude do movimento e faz com que o corpo responda melhor aos estímulos do cérebro", explicou Evergisto Souto Maior, bacharel em quiropraxia e especialista em terapias complementares para coluna vertebral em Pequim, na China.

Porém, é arriscado dizer que a técnica melhora o desempenho na corrida. O que acontece é que o atleta pode não estar conseguindo dar o seu máximo nos treinos e provas por causa da algum bloqueio articular e a técnica vai ajudá-lo a corrigir o problema e voltar a render como antes. Um bloqueio na articulação em um determinado nível da coluna vertebral pode comprometer o fluxo do impulso nervoso alterando a função do órgão enervado por aquele ramo comprometido. Quando liberamos esse bloqueio o atleta pode voltar a ter o mesmo desempenho de antes.

Uma das vantagens da quiropraxia é que a técnica não envolve processo cirúrgico e a principal característica é que o tratamento é feito com as mãos. A movimentação corporal é estimulada pelo profissional por meio das articulações. O quiropaxista manipula as articulações com movimentos precisos que estalam a região e o resultado é o relaxamento muscular, o aumento da mobilidade e a diminuição da dor.

É muito comum as pessoas confundirem a quiropraxia com técnicas de massagem. Isso acontece porque muitos massagistas promovem 'estalos' articulares em seus procedimentos. Apesar da semelhança de técnicas, a quiropraxia é muito mais do que simplesmente 'estalar' a coluna, ela é uma ciência que estuda as estruturas neuro-músculo-esqueléticas, suas funções, a biomecânica e as patologias envolvidas nesse processo.

Esses estímulos facilitam a aferência e a eferência, que são o impulso do cérebro para o corpo e do corpo para o cérebro. Por causa disso, a técnica reorganiza a questão neurofuncional e a capacidade de cura do corpo fica mais efetiva.

NÃO PERCA:  Material para estudo de FisioterapiaClique aqui!


COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

Um comentário:

  1. A Quiropraxia além de melhorar nossa mobilidade também evita que forcemos nosso corpo de forma errada e com isso surjam problemas degenerativos!!

    ResponderExcluir