A necessidade de um descanso








Embora seja bem verdade que para melhorar a atuação é importante ser consistente, sessões de treinamento muito fortes, ao final enfraquecem o atleta. O descanso é crucial para a força. A maximização física nos esportes somente ocorre durante o período de descanso que se segue às sessões de treinamento intenso.
Muitas das lesões musculares e de juntas ocorrem quando, após um período de treinamento, a pessoa não se permite um tempo adequado para a devida recuperação ou então não pára de se exercitar após o surgimento da dor.

Leia mais:

Todas as vezes que os músculos são forçados durante o treinamento intenso, algumas fibras musculares são lesionadas e outras consomem energia disponível que ficou armazenada na forma de glicogênio. São necessários mais que dois dias para que as fibras se curem e substituam o glicogênio. Quando uma quantidade menor de fibras é posta para trabalhar (apenas aquelas que não estão lesionadas e que estão devidamente alimentadas), as fibras sadias precisam trabalhar por todas as outras. É por isso que durante períodos de treinamento intensivo, aumenta a probabilidade de lesões.     
A dor que precede muitas das lesões devido ao uso e desgaste surge primeiro quando um número limitado de fibras no músculo ou tensão começa a se romper. Se o exercício for interrompido após o primeiro sinal de dor, a lesão dessas fibras será limitada e a recuperação será mais rápida. Entretanto, se a pessoa continuar a se exercitar sentindo dor, mais fibras serão rompidas, aumentando a lesão e atrasando a recuperação.
As lesões crônicas podem ser evitadas, deixando um período de pelo menos dois dias entre os períodos de treinamento intenso ou alternando o trabalho de diferentes conjuntos musculares. Muitos programas de treinamento combinam um dia de treinamento intenso com um dia de descanso (por exemplo, para muitos levantadores de peso), ou com um dia de treinamento leve. Um corredor, por exemplo, pode correr um determinado dia a um ritmo de 1.5 quilômetros em cinco minutos e no dia seguinte correr essa mesma distância a um ritmo de 6 a 8 minutos. Somente os nadadores podem praticar os dois tipos de treinamento todos os dias, intenso e leve, sem sofrer lesão. A questão é que a água ajuda a proteger seus músculos e juntas.

COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários: