Doping e suas incidencias...







Em tempos que os noticiarios explodem com noticias de doping em atletas, nunca é demais recordar o que é doping e o mal que ele pode causar as pessoas que utilizam esa tecnica.
 
Doping é o uso de substâncias naturais ou sintéticas visando a melhora do desempenho dos atletas em competições. Este objetivo é ilícito e por isso são feitos testes de doping durante competições.
 
QUAIS DROGAS SÃO CONSIDERADAS DOPING EM ATLETAS?

As substâncias pertencentes as seguintes classes farmacológicas:

  • Estimulantes: pseudoefedrina, efedrina, anfetamina, etc.

  • Narcóticos: morfina, codeína, propoxifeno, etc.

  • Agentes anabólicos: testosterona, nandrolone, stanozolol, etc.

  • Diuréticos: hidroclorotiazínicos, furosemide, etc.

  • Betabloqueadores: propranolol, atenol, etc.

  • Hormônios peptídeos e análogos: Hormônio do crescimento, eritropoetina, corticotropina.

O QUE SÃO ESTERÓIDES ANABOLIZANTES?São hormônios sintéticos que quando comparados à testosterona (hormônio masculino natural), têm maior atividade anabólica (promovem crescimento). COMO SÃO USADOS?

Geralmente são usados por via oral ou parental (injetáveis). Alguns usuários fazem abuso de preparações farmacêuticas disponíveis uso para veterinário.POR QUE OS ESTERÓIDES ANABOLIZANTES SÃO USADOS?

Por indicação médica são usados no tratamento de doenças como por exemplo da anemia, hipogonadismo e angioedema hereditário, por exemplo.

O uso ilícito por atletas, freqüentadores de academias ou pessoas de baixa estatura é feito na crença de que essas drogas:

  • aumentam a massa muscular;

  • aumentam a froça física;

  • aumentam a agressividade;

  • diminuem o tempo de recuperação entre os exercícios intensos;

  • melhoram a aparência;

  • melhoram o performance sexual; ou com fins de diversão.

No entanto, o uso abusivo leva a efeitos colaterais graves, os quais são desconhecidos pelos usuários.QUAIS SÃO OS EFEITOS INDESEJADOS DOS ESTERÓIDES ANABOLIZANTES?

Sistema Nervoso Central:

  • agressividade aumentada, hiperatividade, irritabilidade;

  • psicose (alucinações auditivas, paranóia, desilusões);

  • episódios maníacos;

  • desordens de pânico;

  • depressão e ansiedade com ou sem ideação de suicídio;

  • cefaléia, náuseas, libido alterado, euforia, apetite alterado;

  • aumento da impulsividade e diminuição do nível de cooperação.

Sistema Reprodutor Masculino:

  • atrofia testicular com infertilidade; impotência.

  • Hipertrofia e carcinoma de próstata;

  • Priaprismo (ereção prolongada);

  • Feminilização com ginecomastia;

  • Alopécia (queda de cabelo).

Sistema Reprodutor Feminino:

  • Masculinização, desenvolvimento de acne, hirsutismo, redução da mama, voz rouca e profunda, hipertrofia do clitóris, irregularidades menstruais.

Sistema Músculo Esquelético:

  • Aumento de suscetibilidade a lesões de músculos e tendões;

  • Em adolescentes ocorre a soldadura prematura das epífises resultando em retardo do crescimento, ou seja, o indivíduo não cresce até sua altura potencial;

Sistema Cardiovascular:

  • Retenção de sódio e água, aumento da pressão sangüínea, edema de tecidos, aumento do colesterol;

  • Coração: infarto do miocárdio, hipertrofia ventricular esquerda, aterosclerose e outras doenças cardíacas.

Sistema Hepático:

  • Hepatite, ruptura de vasos sangüíneos no fígado, carcinoma hepatocelular, hepatoma, icterícia colestática.

Sistema Renal:

  • Tumor de Wilms e elevação da creatinina.

Outros efeitos endócrinos:

  • Tireóide: dimunuição de níveis hormonais (tiroxina, triiodotironina, TSH, TBG).

  • Acne, alteração dos lipídios da pele;

  • Metabolismo da glicose:alterações, resistência a insulina, intolerância a glicose.

OS ESTERÓIDES ANABOLIZANTES PRODUZEM DEPENDÊNCIA?

Ainda não está esclarecido, no entanto é reconhecida a Síndrome de Abstinência, caracterizada por irritabilidade, nervosismo e alteraçòes do humor.OS POTENCIAIS RISCOS DO USO INDISCRIMINADO DE ESTERÓIDES ANABOLIZANTES ULTRAPASSAM OS POSSÍVEIS BENEFÍCIOS PARA A PERFORMANCE ATLÉTICA, POR ISSO SEU USO DEVE SER DESENCORAJADO.


COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários: